sexta-feira, 21 de março de 2008

Gastronomia de Timor


Para a grande maioria dos Portugueses, Timor dispensa apresentações. Apesar de todos conhecerem o percurso e vicissitudes históricas de um dos povos mais oprimidos e massacrados da história recente da humanidade, poucos são os que conhecem a sua rica e variada culinária. O facto é que a culinária timorense, apesar de beber dos métodos e sabores asiáticos, conseguiu, tal como o seu povo, manter, a muito custo, uma identidade própria, que tem tanto de simples como de exótico e fascinante. A gastronomia timorense é muito mais do que uma síntese de influências estrangeiras mais ou menos impostas; pelo contrário, os timorenses foram exímios na arte de seleccionar o que de melhor os contributos culinários estrangeiros poderiam trazer para a sua culinária. Aspectos da culinária portuguesa, chinesa, indiana, africana, todos eles podem ser encontrados na gastronomia timorense, mas todos têm um tratamento e uma utilização muito peculiares. Feita que ficou uma pequena introdução, resta apenas dizer que, para compreender a culinária timorense, não chega ler uma pequena resenha como esta; é fundamental prová-la, saboreá-la, através de pratos como o Singa de Kurita ou de Camarão, o Nasi Goreng, o"Modo-Fila", a Flor de Papaia com Balichão, o Tukir de Cabrito, o Sassate, o Vau-Tan ou ainda o Saboco Peixe... Quanto aos doces, temos doces "Mano Ten" com banana, doce de ananás e ainda arroz de Jagra.

1 comentário:

qeniwait disse...

For some reason, I can’t see all of this content, stuff keeps hiding? Are you taking advantage of java?

cheap nolvadex